Artigos

HOME > ARTIGOS > Artigos > Carreira na AFA

Carreira na AFA

Cursos

Atualmente, funcionam na Academia os seguintes cursos: Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAv), Curso de Formação de Oficiais Intendentes (CFOInt) e o Curso de Formação de Oficiais de Infantaria (CFOInf), todos com duração de quatro anos.

Ao ser matriculado, o jovem recebe as regalias e as responsabilidades inerentes à situação de Cadete. CORAGEM, LEALDADE, HONRA, DEVER e PÁTRIA constituem o Código de Honra do Corpo de Cadetes da Aeronáutica.

Os ensinamentos morais, científicos, militares e técnico-especializados são ministrados por professores civis, instrutores militares e monitores, seguindo uma seqüência de instrução dentro de modernos moldes pedagógicos coordenados pela Divisão de Ensino da Academia, juntamente com o Corpo de Cadetes.

Matemática, Cálculo Diferencial e Integral, Informática, Eletricidade, Mecânica, Física, Química, Língua Portuguesa, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Psicologia, Sociologia, entre outras disciplinas de nível universitário, dão o embasamento cultural necessário à formação acadêmica de futuros Oficiais Aviadores, Intendentes e de Infantaria.

Educação Física e Instrução Militar são ministradas diariamente, dentro de rígidos padrões, em instalações modernas, onde se sobressai a instrução de Pára-quedismo, de acordo com o Plano de Ensino aprovado pelo Diretor-Geral de Ensino da Aeronáutica

Curso de Formação de Oficiais Aviadores- CFOAv

Os cadetes aviadores iniciam a instrução aérea no 1º semestre da 2ª série, voando o T-25 “UNIVERSAL”, avião de instrução primária/básica de fabricação nacional, e, nessa aeronave, voam cerca de 75 horas. Na 4ª série, os cadetes realizam a sua instrução na aeronave T-27 “TUCANO”, turboélice de instrução avançada, também de fabricação nacional, no qual voam cerca de 125 horas.

Nessas aeronaves, os Cadetes desenvolvem as qualidades individuais de pilotos militares, dominando o avião em manobras de precisão, acrobacias, vôos de formatura e por instrumentos. Dessa forma, preparam-se para empregá-lo em futuras operações de combate, o que se verificará, após os quatro anos acadêmicos, em Natal (RN), como Aspirantes-a-Oficial-Aviador. Aerodinâmica, Propulsão a Jato, Navegação Aérea, Tráfego Aéreo, Inglês Técnico e Meteorologia completam o currículo técnico-especializado do Curso de Formação de Oficiais Aviadores.

O Curso de Formação de Oficiais Aviadores aceita matrícula de cadetes do sexo masculino e feminino.

Objetivo do CFOAv

Proporcionar aos instruendos experiências de aprendizagem que os habilitem a:

a) desempenhar as atividades de caráter militar e de preparação física, atribuídas ao oficial aviador;

b) cultivar as manifestações do valor militar, observando os preceitos da ética militar e o cumprimento dos deveres militares;

c) valorizar o espírito combatente e o entusiasmo pela sua condição de oficial aviador da FAB;

d) desempenhar os cargos e funções próprias dos primeiros postos da carreira, apoiado em um embasamento cultural compatível com a formação de nível superior;

e) planejar e executar missões de vôo, limitadas à pilotagem básica nos aviões em que voarem durante o curso, ou em outros, mediante adaptação;

f) desempenhar funções específicas do Quadro de Oficiais Aviadores, que exijam aplicação de conhecimentos técnico-especializados;

g) aplicar as técnicas, os princípios e os conhecimentos preconizados pela ciência da Administração, com prioridade para o campo público, a fim de permitir sua graduação como Bacharel em Administração Pública.

Curso de Formação de Oficiais Intendentes – CFOInt

Os Cadetes Intendentes estudam em laboratórios de administração e intendência, onde aprendem a ciência e a tecnologia moderna da gestão econômico-financeira e dos serviços especializados de intendência, preparando-se assim para as tarefas de um combatente de superfície, integrado ao sistema logístico do Comando da Aeronáutica.

Após quatro anos acadêmicos, são declarados Aspirantes-a-Oficial e começam a desempenhar suas atividades administrativo-operacionais nas diversas Organizações do Ministério da Aeronáutica, distribuídos por todo o território nacional.

O Curso de Formação de Oficiais Intendentes aceita matrícula de cadetes do sexo masculino e feminino.

Objetivo do CFOIn

Proporcionar aos instruendos experiências de aprendizagem que os habilitem a:

a) desempenhar as atividades de caráter militar geral, normalmente atribuídas a um Oficial de Intendência da Aeronáutica;

b) desempenhar os cargos e funções próprias dos primeiros postos da carreira, apoiado em um embasamento cultural compatível com uma formação de nível superior;

c) agir, dentro e fora da vida militar, cultivando as manifestações do valor militar, observando os preceitos da ética militar e o cumprimento dos deveres militares;

d) desempenhar os cargos e funções até o posto de Capitão Intendente, apoiado em um adequado conhecimento técnico-especializado;

e) demonstrar orgulho e entusiasmo pela sua condição de Oficial do Quadro de Intendência;

f) aplicar as técnicas, os princípios e os conhecimentos preconizados pela ciência da Administração, com prioridade para o campo público, a fim de permitir sua graduação como Bacharel em Administração Pública

Curso de Formação de Oficiais de Infantaria – CFOInf

Os cadetes Infantes estudam Métodos de Defesa e Segurança das Instalações Militares, Emprego de Defesa Antiaérea de Aeródromos e Sítios, Comando de Frações de Tropas e de Equipes Contra-Incêndio, Legislação Militar, Emprego de Armamento, Serviço Militar e Mobilização, entre outras.

A instrução de Pára-quedismo é ministrada com o objetivo de capacitá-los ao desempenho de missões de ataque e resgate.

Após quatro anos de formação acadêmica, são declarados Aspirantes-a-Oficial e começam a desempenhar suas atividades operacionais de combatente terrestre, como elemento-chave do Sistema de Defesa do Comando da Aeronáutica, em todo o território nacional.

O Curso de Formação de Oficiais de Infantaria da Aeronáutica aceita somente matrícula de cadetes do sexo masculino

OBJETIVO DO CFOInf

Proporcionar aos instruendos experiências de aprendizagem que os habilitem a:

a) desempenhar as atividades de caráter militar geral, normalmente atribuídas a um Oficial de Infantaria da Aeronáutica, nos primeiros postos da carreira;

b) exercer os cargos e funções próprias dos primeiros postos da carreira, apoiado em um embasamento cultural compatível com uma formação de nível superior;

c) agir, dentro e fora da vida militar, cultivando as manifestações do valor militar, observando os preceitos da ética militar e o cumprimento dos deveres militares;

d) desempenhar funções específicas do seu Quadro que exijam aplicação de conhecimentos e habilidades técnico-especializadas;

e) aplicar os conhecimentos adquiridos por meio da instrução militar ministrada durante o CFOINF;

f) demonstrar orgulho e entusiasmo pela sua condição de Oficial de Infantaria da FAB;

g) aplicar as técnicas, os princípios e os conhecimentos preconizados pela ciência da Administração, com prioridade para o campo público, a fim de permitir sua graduação como Bacharel em Administração Pública.

blog comments powered by Disqus

Últimas novidades

A Marinha Mercante A Marinha Mercante tem contribuído de forma marcante para o progresso da humani

A necessidade de preparar jovens para a Marinha, antes mesmo do ingresso na Escola Naval, data do se

Rotina O dia começa às 06:00 horas, com o toque da alvorada. As aulas são ministradas das 07:15

1 - A quem se destina o Exame de Admissão? Exame de Admissão destina-se a selecionar brasileiros,

1) Qual a duração dos cursos ministrados pela AFA? CFOAV/CFOINT/CFOINF - quatro anos. Obs: todos

O Projeto Futuro Militar tem como apoiador o Sistema Elite de Ensino - Rio de Janeiro, que contri

Visite nossos outros projetos: